sábado, setembro 16, 2006

Dos fatores (tragi)cômicos da distração

Estava eu comendo alguns biscoitos e tomando café frente ao computador (sim, sei que a mesa do computador não foi feita para isso, but hábitos cada um tem os seus!). Fazia assim: pegava um biscoito, colocava na boca e tomava um gole de café; pegava um biscoito, colocava na boca e tomava um gole de café; pegava um biscoito, colocava na boca e tomava um gole de café; pegava um café... Hã?! Pois foi isso que aconteceu. Ao invés de enfiar a mão no vaso de biscoitos enfiei a mão na xícara de café! Acuma?! Nã nã!
Felizmente eu percebi antes de mergulhar meus delicados dedos no café quente.

=>Preciso aprender a não comer na frente do PC!<= E vivamos! Música em mente: Must stick with you - Pussycat Dolls

2 comentários:

Me disse...

(...) ai ai ai, como esse tipo de coisa acontece conosco!!! Eu não diria ser "fruto" apenas da distração, mas dos comportamentos automáticos que desenvolvemos. Numa hora, essa coisa automática dá um "tilte". abraços, Aline

Rebeca Duarte disse...

Me (Aline): Pois é verdade mesmo! O ser humano automatiza ações repetitivas. O ruim é na hora do "tilte"... rsrs
Beijos.