sexta-feira, setembro 08, 2006

Da incrível capacidade de adaptação das pessoas

O ser humano é o animal mais evoluído dentre os outros animais no planeta Terra (dizem os cientistas). Pois eu, com a minha cabeça evoluída de primata jovem e inexperiente, percebi através de inúmeros exemplos verídicos (senão fatídicos), que o ser humano evoluiu tanto (por favor, pensemos que até hoje sobrevivemos em convivência com as baratas, aqueles seres alienígenas de inteligência superior... Brrrrr! – mas não vou entrar em detalhes sobre as baratas neste post) única e exclusivamente por causa da sua capacidade de adaptação - se você perder o fio da meada é só voltar à oração que antecede os parênteses.
Pois... Acho que vocês também já chegaram a essa conclusão que cheguei (não a das baratas, mas a da adaptação humana)... Quando acontece uma mudança brusca no ambiente o ser humano se assusta e desespera, porque por mais adaptável que o ser humano seja a maioria de nós não gosta de mudança, prefere permanecer no conforto da estabilidade. Só que esse conforto nem sempre depende exclusivamente de nós. E lá vem o acaso (ou nossos pais, ou plano cruzeiro/cruzado/real, ou o chefe) nos tirar da nossa zona de conforto e nos atirar ao deserto! MA-GA-VI-LHA!!!
A nossa maior falha nesses momentos é nos esquecer da nossa habilidade de adaptação. É nessa hora que vem o desespero! MEDO!!!
Nesses momentos acalmai-vos pois todos! Eu sou contigo... Ups! Frase errada... Refazendo: Acalmai-vos! Tudo vai melhorar. Ou melhor: você vai se acostumar. Melhor ainda: Você se adaptará. Believe me!
Por pior que pareça a situação, quem se adapta mais rápido consegue retirar maior proveito da peleja. Temos que tentar. Eu já vi pessoas com um potencial enorme perdendo grandes oportunidades de crescimento por causa do medo da mudança. Por medo de ter que se readaptar. Nós devemos sentir as mudanças como um presente de Deus para nos aprimorar, um degrau para o sucesso e uma chance imperdível de aperfeiçoar a fé e o desprendimento
Pensem nisso aí que eu penso aqui!

Um comentário:

Malafaia disse...

Realmente o ser humano é um bicho complicado demais. Quantas vezes eu já vi gente clamando por mudança na vida e quando a bendita veio o cara se assustou tanto que preferiu ficar na mesmice de sempre.
Eu, particularmente, gosto quando algo novo acontece. É claro que nem sempre estou preparada, mas venha o que vier, eu encaro.
Acho que a vida fica mais emocionanete dessa maneira.
É isso.
FUI!