quarta-feira, março 14, 2007

"No princípio era o Verbo"... - Parte I

Pensando a esse respeito veio à minha mente a questão da palavra... Se "no princípio era o Verbo" e "o Verbo era Deus" e "Deus disse: Faça-se a luz e a luz se fez", tudo isto me leva a crer que o Verbo (palavra) tem um poder muito grande, já que o Verbo (Palavra) era Deus...
Não digo que temos o mesmo poder que Deus tem de criar com a palavra, mas com certeza temos uma parte desse poder, que nos foi dado por Ele mesmo, de concretizar aquilo que "declaramos". E cada dia que passa eu acredito mais nisso.
Lembram do que tem na Bíblia sobre "aquilo que ligarem na terra será ligado no céu" e que o nosso falar deve ser "sim, sim; não, não"? Tudo isso foi querendo mostrar que o que falamos e pensamos tem poder. É para nos alertar à coerência e à retidão de pensamentos e palavras. Não basta apenas falar o bom, temos que pensar no que é bom, e fazer o que é bom.
O que falamos reflete ao nosso redor e faz com que as pessoas, as coisas e os lugares tenham uma impressão personalizada e nos devolvam aquilo que enviamos. Tudo neste mundo tem ressonância, tudo que mandamos volta com a mesma intensidade que enviamos (é uma lei da física, mas se aplica plenamente no mundo mental).
Agora, o que estamos enviando para o mundo? Quais as palavras que estão saindo de nossa boca diariamente?
Reflitamos pois todos. :)

Continua...

2 comentários:

Ester disse...

muito boas as palavras... é uma boa reflexão a fazer... a nossa palavra nunca volta vazia, como a do Verbo.... isso, isso.... é muito sério...

Aline disse...

sim, as nossas palavras devem ter mesmo ressonância no mundo... vamos refletir! bjs,