sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Insatisfação

Estava vendo as seguintes manchetes:
Modelo morta por anorexia se achava gorda com 46 kg
Duas irmãs morrem de anorexia
Fico me perguntando o que leva as pessoas a terem essa fixação com a beleza destorcida. Digo beleza destorcida porque elas têm uma visão distorcida do que seja beleza e delas mesmas, procuram uma beleza que não existe. Não daquela forma.
Eu não culpo as modelos magérrimas, existem milhares de modelos que não são anoréxicas e milhares de anoréxicas que não são modelos. Anorexia não é doença da profissão de modelo, é um engano pensar assim.
Aí nesta matéria intitulada "Duas irmãs morrem de anorexia" vocês verão a ignorância das pessoas que comentaram ao achar que anorexia é frescura, e que, uma garota que tem o que comer e não come "porque não quer" merece morrer. Então depressão também é frescura? Stress é frescura? Todas as patologias que iniciam na mente e somatizam pelo corpo são frescuras?
ONDE ESTÁ O AMOR DAS PESSOAS?
Ver uma modelo lá em outro país morrer por um distúrbio alimentar e mental é bem mais fácil quando ela não faz parte de nossos íntimos, mas quando isso acontece na nossa casa... A situação muda totalmente de figura... Tenho a mais pura certeza de que se uma pessoa que diz que doença mental é frescura passasse por uma depressão algum dia ela não iria achar a sua doença frescura...
Eu sinto que as pessoas que manifestam anorexia não são pessoas simplesmente insatisfeitas com o físico. Não apenas acham que estão gordas e decidem emagrecer até morrer. Elas têm uma insatisfação muito maior, muito mais profunda. É a insatisfação com o que têm no interior, com seus princípios (ou falta deles), com "tudo aquilo que podia ter sido e não foi", com tudo que esperam dela e ela não consegue fazer. Essas pessoas precisam de amor, precisam saber que dentro delas existe algo de bom que se externa em seus atos. E não, elas não são frescas.

"All you need is love..."

2 comentários:

Aline disse...

Rebeca, creio não ser por acaso o que foi dito pelo profeta: "O meu povo está sendo destruído por falta de conhecimento". Foi-se o tempo em que lidar com transtornos psiquiátricos ou com problemas psicossociais era tema apenas dos especialistas na área. Cada um de nós precisa entender que "o ser humano é complexo e não pode ser apreendido por uma única visão, seja de natureza biológica, psicológica ou social" (citação do livro Psiquiatria e Saúde Mental, da Editora Atheneu). Fico irritada quando percebo a ignorância das pessoas quando fazem comentários acerca da psiquiatria ou da psicologia. Dizer que em tais circuntâncias essas meninas (sejam modelos ou não) são frescas é demonstrar, no mínimo, falta de percepção e amor. Acho que frescura é ser idiota! beijos,

Rebeca Duarte disse...

Olá querida Aline! Obrigada pelo teu comentário.
O ser humano é muito complexo mesmo, um ser multifacetado, mas é isso mesmo que nos torna tão maravilhosos. Né? :)
Infelizmente algumas pessoas ainda não "aprenderam a aprender" com seus erros e continuam com "achismos" cegos e insensíveis.
É muito simples ser antipático às dores alheias... E enquanto não aprendermos a não julgar impensadamente continuaremos nos condenando (sim, a condenação é para nós mesmos) à infelicidade.
Graças a Deus existem pessoas que pensam e agem diferente, e que mesmo sendo imperfeitas tentam (pelo menos tentam) nadar contra a maré de divagações maléficas...
Beijos!